Nitpress na Primavera dos Livros 2013


A Nitpress participa da festa da bibliodiversidade com os lançamentos dos livros “História de um cambucazinho”, de Fabiana Corrêa, sexta-feira, dia 25, às 12h, e “Um sorriso de oito graus na escala Richter”, de Hugo Rodrigues, sábado, às 12h. O evento é o mais charmoso do mercado editorial brasileiro e reúne as melhores editoras independentes do país, congregadas em torno da bandeira da bibliodiversidade, e acontece nos jardins do Palácio do Catete (Museu da República), de quinta-feira, dia 24, a domingo, dia 27 de outubro. Veja detalhes em http://www.libre.org.br/.

A literatura fluminense na XVI Bienal do Livro

Nitpress na Bienal


A Editora Nitpress leva mais uma vez para a Bienal do Livro do Rio de Janeiro o seu catálogo baseado na literatura fluminense e em história política brasileira contemporânea. Mais uma vez, o selo está integrado ao espaço Letras de Niterói, que este ano ocupará o estande nº 11 da Rua R do Pavilhão Verde do Riocentro, entre a Av. Stanislaw Ponte Preta e a Praça de Alimentação.
Entre os novos talentos da literatura fluminense, destaque para o romancista estreante Hugo Rodrigues, que lança no Rio o livro “Um sorriso de oito graus na escala Richter”, sexta-feira, dia 30, às 18h. No sábado, dia 31, o professor Aloysio Castelo de Carvalho, autor dos livros “A Rede da Democracia – O Globo, O Jornal e o Jornal do Brasil na queda do Governo Goulart” e “O caso Última Hora e o cerco da imprensa ao Governo Vargas”, também lançado este ano, fala sobre as origens do golpe de 64, que completará 50 anos em 2014.
No domingo, 1º de setembro, às 13h, a Nitpress promove um tributo a Edmo Rodrigues Lutterbach, que presidiu por mais de 30 anos a Academia Fluminense de Letras e este ano está sendo homenageado pelas editoras niteroienses, emprestando seu nome à praça de eventos do espaço Letras de Niterói. Haverá um recital de poesias e o lançamento do livro “Painel da saudade em louvor a Edmo Rodrigues Lutterbach”, ambos organizados por Neide Barros Rego.
No sábado, 7 de setembro, o escritor e policial federal Sandro Araújo, autor de “Anjo da Noite” e “Federal – uma história de polícia”, participa de um bate-papo com leitores sobre histórias policiais, às 13h. No domingo, dia 8, a produção literária do interior do Estado do Rio estará representada pelos autores Fabiana Corrêa (“Era uma vez, Euclydes…” e “História de um cambucazinho”) e Rick Azevedo, que estará lançando o seu livro “Vila de São Isidro Lavrador”, às 12h.
Fechando a participação da editora no evento, o professor Jorge Felipe Columá apresenta, na praça de eventos do espaço Letras de Niterói, uma roda de capoeira, às 16h, marcando o relançamento do seu livro “Arte, magia e malandragem – o imaginário cantado nas rodas de capoeiras”.
Clique no mapa abaixo para ver ampliada a localização do espaço Letras de Niterói na Bienal:
mapa

Capa do livro Um sorriso de oito graus na escala Richter
A Nitpress acaba de lançar o livro “Um sorriso de oito graus na escala Richter”, de Hugo Hugo Rodrigues – um terremoto que tem abalado emoções desde que o autor passou a compartilhar trechos da história através do blog www.umsorrisode8…graus.blogspot.com. A fanpage do autor já superou os 3 mil “likes” e a página do livro no Facebook também já beira essa marca. O livro pode ser adquirido através da Livraria Online Nitpress.

Nitpress lança “A onda Maldita” em Niterói com a participação de locutoras da rádio


Com a presença de um grupo de locutoras da primeira geração da rádio, a editora Nitpress lança em Niterói no próximo dia 5, quarta-feira, a partir das 18 horas, a edição especial do livro “A onda Maldita – como nasceu a Fluminense FM”, de Luiz Antonio Mello. O evento acontece na Sala de Cultura Leila Diniz (Rua Heitor Carrilho, 81, Centro), da Imprensa Oficial, a apenas dois quarteirões da sede do Grupo Fluminense de Comunicação, palco dos acontecimentos narrados com paixão e em primeira pessoa pelo criador da emissora.
Os primeiros a chegarem à Sala Leila Diniz ganharão um pôster histórico do lançamento da rádio, há 30 anos. Entre as locutoras que participarão da festa, já confirmaram presença Cristina Rabelo, Cláudia Cid, Selma Boiron, Jussara Simões e Mylena Ciribelli. Elas vão se revezar no microfone da sala de cultura, anunciando suas músicas preferidas e relembrando os tempos da Maldita.
Com 256 páginas e um pôster-brinde na sobrecapa, o livro conta a história da emissora que revolucionou o rádio brasileiro e ajudou a construir a famosa geração 80 do rock nacional. O ano era 1982. O jornalista Luiz Antonio Mello lançava, na cidade de Niterói, aquela que viria a ser a mais emblemática rádio-rock do Brasil: a Fluminense FM “Maldita”, provocando uma autêntica revolução no dial.
O time de locutoras, o jeito feminino despojado de conduzir o microfone e o grito de guerra “Maldita!” tornaram-se as marcas registradas da rádio. Em poucos meses a audiência pulou de quase traço para as primeiras posições no Ibope. Por lá passaram grandes astros internacionais e as mais importantes bandas do rock nacional, que tiveram na emissora fluminense a base fundamental para se firmarem no cenário musical.
O escritor e crítico de música Arthur Dapieve, que assina a orelha do livro, afirma que “sem a Maldita não haveria Paralamas, Legião Urbana, Plebe Rude, Capital Inicial, Kid Abelha, Blitz, Barão Vermelho, Titãs, Ultraje a Rigor, RPM, Engenheiros do Hawaii… Ao menos não do modo que os conhecemos hoje. Sem a rádio, e sem sua parceria prática e espiritual com o Circo Voador, armado primeiramente no Arpoador e depois na Lapa, o BRock teria tido mais dificuldades para se afirmar na sensibilidade pátria”.
O livro já pode ser adquirido nas melhores livrarias e pela loja online da editora, acessando o endereço http://nitpress.webstorelw.com.br/products/a-onda-maldita.

Lançamento de “A onda Maldita” dia 27, sábado, no Circo Voador

Quem pagar o ingresso inteiro levará o livro de graça![photopress:capa_maldita.jpg,full,alignleft]
A editora Nitpress lança sábado, dia 27, no Circo Voador, uma edição especial do livro A onda Maldita – Como nasceu a Fluminense FM, de Luiz Antonio Mello. Com 256 páginas e um pôster-brinde na sobrecapa, o livro narra a história da emissora que revolucionou o rádio brasileiro e ajudou a construir a famosa geração 80 do rock nacional. Os portões do Circo abrem às 22 horas e quem pagar a entrada inteira (R$50,00) ganhará o livro de graça.
Em 1982 o jornalista Luiz Antonio Mello lançava, na cidade de Niterói, aquela que viria a ser a mais emblemática rádio-rock do Brasil: a Fluminense FM “Maldita”, provocando uma autêntica revolução no dial. O time de locutoras, o jeito feminino despojado de conduzir o microfone e o grito de guerra “Maldita!” tornaram-se as marcas registradas da rádio. Em poucos meses a audiência pulou de quase traço para as primeiras posições no Ibope. Por lá passaram grandes astros internacionais e as mais importantes bandas do rock nacional, que tiveram na emissora fluminense a base fundamental para se firmarem no cenário musical.
O escritor e crítico de música Arthur Dapieve, que assina a orelha do livro, afirma que “sem a Maldita não haveria Paralamas, Legião Urbana, Plebe Rude, Capital Inicial, Kid Abelha, Blitz, Barão Vermelho, Titãs, Ultraje a Rigor, RPM, Engenheiros do Hawaii… Ao menos não do modo que os conhecemos hoje. Sem a rádio, e sem sua parceria prática e espiritual com o Circo Voador, armado primeiramente no Arpoador e depois na Lapa, o BRock teria tido mais dificuldades para se afirmar na sensibilidade pátria”.
Os 30 anos de surgimento da Fluminense FM “Maldita” e do próprio Circo Voador serão comemorados com o lançamento desta edição especial de A onda Maldita – Como nasceu a Fluminense FM e com uma festa embalada pelo melhor rock brasileiro no Circo Voador. Luiz Antonio Mello vai autografar pessoalmente o livro, com preço de capa de R$ 39,00. Os primeiros 50 a adquirirem o livro juntamente com o ingresso inteiro também ganharão, além do pôster-brinde na sobrecapa, um cartaz histórico da Fluminense FM.
O livro também pode ser adquirido antecipadamente pela pré-venda através da livraria online da editora, acessando o endereço http://nitpress.webstorelw.com.br/products/a-onda-maldita. Os leitores que optarem pela pré-venda receberão o livro autografado pelo autor a partir do dia 29 de outubro.

Nitpress publica discurso histórico de Horácio Pacheco

Capa do livro "Presença da cultura fluminense"

Capa do livro "Presença da cultura fluminense"

Em 1975, às vésperas da fusão dos estados do Rio e da Guanabara, o professor e acadêmico Horácio Pacheco proferiu um discurso histórico na sede da Academia Fluminense de Letras, estabelecendo um inventário da cultura fluminense, exatamente dois dias antes da consumação da mudança imposta às duas unidades federativas pelo regime militar de 64. Publicado logo em seguida pelo antigo Instituto Niteroiense de Desenvolvimento Cultural, Presença da cultura fluminense ganha, agora, uma nova edição proposta pela editora Nitpress para comemorar os 95 anos da AFL. Nesta apresentação atual, com organização e prefácio de R. S. Kahlmeyer-Metens e posfácio de Waldenir de Bragança, o livro reaparece em formato de bolso, com 48 páginas. O opúsculo é obra de referência fundamental para professores, estudantes e todos aqueles que valorizam a memória e a identidade fluminense.

Lua Madura chega em manhã de sol

José Inaldo e Kahlmeyer-Mertens em dupla sessão de autógrafos

José Inaldo e Kahlmeyer-Mertens em dupla sessão de autógrafos


Em bela manhã de sol de outono, José Inaldo Alonso lançou o seu mais novo livro, Lua Madura, uma coletânea reunindo algumas das páginas mais inspiradas de sua produção poética. Ao seu lado na mesa, Roberto Kahlmeyer-Mertens também autografava o livro Discursos e Alocuções Acadêmicas, no qual apresenta um florilégio de sua oratória. A dupla sessão de autógrafos movimentou o Calçadão da Cultura no último sábado, dia 16, com a presença de dezenas de intelectuais e acadêmicos no espaço da Livraria Ideal, gentilmente oferecido pelo livreiro Carlos Mônaco para os lançamentos da Nitpress.

Brizola de volta a São Gonçalo

Convite do lançamento do livro

Convite do lançamento do livro


Depois de lançado no Rio (com a presença de mais de 400 pessoas na ABI), Porto Alegre, Brasília, Curitiba, Londrina, Niterói e Duque de Caxias, o livro Leonel Brizola – A Legalidade e outros pensamentos conclusivos terá seu lançamento em São Gonçalo – um dos mais tradicionais redutos brizolistas do Estado do Rio – na próxima sexta-feira, dia 15, às 18 horas, na Livraria Gutenberg (Bourlevard Shopping, 3º piso, Centro, SG), com a presença dos organizadores Osvaldo Maneschy e Apio Gomes.

Mais poesia e menos bombom no Dia dos Namorados


A editora Nitpress está oferecendo, através da promoção “Mais poesia e menos bombom no mês dos namorados”, 50% de desconto em todos os seus livros de poesia para compras feitas através da sua Livraria Online (http://nitpress.webstorelw.com.br/) até o final de junho. No catálogo da editora estão poetas contemporâneos como o centenário e celebrado Luís Antônio Pimentel (http://nitpress.webstorelw.com.br/products/o-amor-segundo-luis-antonio-pimentel), introdutor do haicai no Brasil, José Inaldo Alonso, Sandro Rebel, José Eustáquio Cardoso, Gílson Rolim, Maria Helena Latini, Lucília Dowslley e Janaína Cunha ao lado de clássicos como Casimiro de Abreu, Alberto de Oliveira, B. Lopes e da turma boêmia do Café Paris, com o poeta satírico Lili Leitão à frente.
Juntamente com a Livraria Gutenberg, a Nitpress também vem promovendo, neste mês de junho, os seus títulos de poesia através de uma campanha publicitária em ônibus (busdoor) e anúncios de jornal. É a contribuição da editora para que os namorados estejam mais esbeltos, com menos chocolate, e mais alimentados espiritualmente pelos versos dos melhores poetas fluminenses.